15.NOV.2018 - 21:34
Receba nosso conteúdo exclusivo! CADASTRE-SE AGORA

Fique por dentro

#Turismo

A beleza superlativa dos Lençóis Maranhenses

As lagoas dos Lençóis Maranhenses continuam cheias e a temporada 2018 deve seguir até o começo de outubro

Por mais que fotos, folhetos de viagem, vídeos caseiros ou documentários profissionais sejam um preparo para o que se vai encontrar nos Lençóis Maranhenses, nada traduz ou transmite o verdadeiro impacto que é estar integrado – ou submerso – a essa imensidão de dunas e lagoas.

Situados no litoral oriental do Maranhão, os Lençóis Maranhenses são considerados um dos principais destinos de turismo da região. Lá, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, criado em 1981, abrange uma área de 155 mil hectares com dunas formadas pela força dos ventos, que constroem uma paisagem única e chamam a atenção dos turistas durante todo o ano.

De avião, o aeroporto mais próximo é o de São Luís, que recebe voos diretos de diversas regiões do país. Já para quem prefere ir de ônibus, a empresa de ônibus Cisne Branco faz o trajeto diário de São Luís para Barreirinhas em quatro horários diferentes.

A empresa BRTur oferece vans diariamente para quem pretende conhecer a região, com a conveniência de buscar o cliente em São Luís e levá-lo até Barreirinhas.

 

De carro, o viajante deve pegar a BR- 135, de São Luís até Bacabeira e seguir para a MA-402, conhecida como Translitorânia, cerca de 180 km.

 

Quando ir:

O litoral do Maranhão possui duas estações específicas durante o ano: a chuvosa (durante os meses de fevereiro a maio) e a seca (de junho a janeiro). Antes de decidir quando ir para as dunas, o viajante deve ficar atento a estes períodos.

Para visitar o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses a melhor época é em entre maio e agosto, quando as lagoas já estão cheias e o clima está quente, o que é essencial para aproveitar a beleza das “piscinas”que se formaram. De setembro a outubro as lagoas já começam a diminuir de tamanho e de profundidade. Ainda assim, o tempo continua propício para aproveitar os passeios a pé pela região.

Por conta dos bons índices de chuva em 2018, a previsão é que as lagoas continuem cheias até o começo de outubro, segundo Isabel Reis, consultora da agência de viagem São Paulo Ecoturismo.

Passeios: 

Boa parte das atrações ficam em Barreirinhas. De lá partem os passeios de 4×4 que vão até as lagoas formadas entre as dunas.

Para quem procura uma experiência mais rústica (e menos turística), a região de Atins é a melhor opção. A vila de pescadores, localizada em uma das extremidades do parque nacional, é conhecida pelas belas paisagens, seu clima zen e suas casinhas simples construídas em meio coqueiros e buritis.

Também vale a pena conhecer a região de Caburé. O vilarejo é o ponto de parada dos passeios de quadriciclo e de barco pelo Rio Preguiças e é o destino perfeito para se conhecer num bate e volta.

Já a região de Santo Amaro do Maranhão é considerada o paraíso escondido dos Lençóis Maranhenses por ter dunas ainda mais bonitas do que as de Barreirinhas. Além das lagoas, o município conta com diversas trilhas que para os amantes da natureza, são inesquecíveis.

< Voltar