15.NOV.2018 - 21:34
Receba nosso conteúdo exclusivo! CADASTRE-SE AGORA

Fique por dentro

#Beleza

Transição capilar: saiba como ter seus crespos, cachos e ondas de volta

O tempo em que você precisava alisar seus cabelos para se sentir bonita e aceita está ficando para trás. Existe um crescente movimento de mulheres que escolhem quebrar o padrão e deixar de alisar os fios para colocar o volume dos crespos, cachos e ondas em evidência.

É importante entender que você é livre para usar seu cabelo como bem entender, e isso inclui alisá-lo se essa for sua vontade. Mas, se o que você quer é ter seu cabelo natural de volta, vamos te dar todas as dicas necessárias para passar pela transição capilar.

 

O que é transição capilar?

A profissional Mayara Ferreira Costa do Cabelaria, salão especializado em ondulados, cacheados e crespos, explica que a transição capilar é o período em que a pessoa deixa de fazer químicas transformadoras no cabelo, como escovas progressivas e definitivas. O objetivo é deixar que os fios cresçam em sua forma natural, sem relaxamentos e alisamentos.

 

Quanto tempo dura a transição capilar?

Mayara também esclarece que o tempo de transição varia em cada caso, “geralmente temos duas opções: a pessoa pode ir deixando o cabelo crescer e ir cortando ate atingir um comprimento ideal ou faz o Big Chop”. Dessa forma, a transição pode levar alguns meses e há quem leve anos, depende de quanto tempo você deixará seu cabelo natural crescer até cortar a parte alisada.

 

Transição capilar: cronograma

cronograma capilar é uma programação de cuidados com os cabelos. Ele passa por três fases: hidratação, nutrição e reconstrução. Aprenda como funciona cada fase e saiba como fazer o cronograma:

•Hidratação: serve para repor a água do fio, o que garante que o cabelo fique mais macio e maleável. Os componentes ideais para essa etapa são aqueles com extratos vegetais, como frutas, babosa, o pantenol e as vitaminas. Pode ser feita duas vezes na semana.

•Nutrição: para recuperar fios opacos e ressecados, a nutrição se ocupa de repor a oleosidade e os lipídios do cabelo da raiz as pontas. Os produtos nutritivos são aqueles que possuem em sua composição manteigas, óleos vegetais puros como coco ou argan, e tutano. A frequência da aplicação é de uma vez na semana, em excesso pode deixar o cabelo pesado e oleoso.

•Reconstrução: traz força aos cabelos a partir da reposição da massa e da queratina capilar. Os componentes que trabalham na reconstrução dos fios são a queratina, cisteína, creatina, colágeno, arginina, proteínas e aminoácidos. Nos cabelos mais danificados, indica-se até duas reconstruções por mês. Quando feita em excesso, deixa fios opacos e rígidos, o que pode ocasionar uma quebra.

 

 

Proposta de cronograma

•Primeira semana: uma hidratação, uma nutrição e uma reconstrução

•Segunda semana: uma nutrição, uma hidratação e uma nutrição

•Terceira semana: uma hidratação, uma nutrição e uma reconstrução

•Quarta semana: uma hidratação, uma nutrição e uma hidratação

Por causa da química, durante a transição os cabelos ficam muito frágeis. É importante repor todos os nutrientes para que seu cabelo natural cresça forte e saudável.

Big Chop

O termo Big Chop vem da língua inglesa e em português significa “grande corte”. É o corte de cabelo que retira toda a parte quimicamente tratada das madeixas, ele é o que marca o fim transição capilar e por isso é tão importante.

Cortar os cabelos pode ser um momento delicado, principalmente para quem está em processo de aceitação e reconhecimento de seu cabelo natural. Por isso, não tenha pressa! Faça o Big Chop quando estiver se sentindo pronta e segura, é uma decisão que só cabe a você.

< Voltar