De olho nas baixas temperaturas, Stock Car visita Curitiba para duas etapas em pistas diferentes


Dicas & Variedades · 29 de julho de 2021

 

Foto: Duda Bairros

 

Se a previsão do tempo aponta temperaturas baixas, é o Autódromo Internacional de Curitiba, que fica localizado em Pinhais (PR) que vai esquentar por dois domingos consecutivos com as etapas da Stock Car Pro Series e a Stock Light. Neste final de semana, as disputas valem pela sexta etapa e acontecem no circuito tradicional, de 3.695 metros; no próximo domingo, 8 de agosto, treinos e corridas serão realizados no traçado externo, de 2.540 metros e três curvas.

Serão dois "rounds" de um campeonato longe do final. Com 52 pontos separando os dez primeiros colocados e muito ainda em jogo, Daniel Serra lidera a disputa com 160 pontos, apenas quatro à frente de Gabiel Casagrande, um dos pilotos que venceram em Curitiba em 2020. Cesar Ramos, que ainda não venceu este ano, é o terceiro colocado baseado na regularidade, somando 143 pontos, dois a mais que o piloto da casa Ricardo Zonta. Diego Nunes, Átila Abreu – que vem de vitória em Cascavel -, Rubens Barrichello, Thiago Camilo (outro que venceu no oeste paranaense), Bruno Baptista e Denis Navarro fecham os dez melhores da tabela.

E o traçado convencional do autódromo curitibano proporciona boas disputas por posição com trechos de alta velocidade e e fortes pontos de frenagem. As curvas 1 e 5 são as que mais exigem do sistema de freios, composto pelos discos da Fremax e as pastilhas da Fras-le, que suportam, respectivamente, temperaturas de trabalho de até 720ºC e 840ºC. Na primeira curva do traçado, os carros vêm de uma das mais longas retas entre os autódromos brasileiros, com 980 metros de extensão e a uma velocidade de aproximadamente 240 km/h. O ponto de frenagem fica pouco mais de 100 metros antes da curva, e os pilotos pressionam o pedal do freio por quatro segundos, fazendo o carro percorrer cerca de 180 metros em desaceleração de 1,6 G para realizar o contorno a cerca de 100 km/h.

 

Foto: Duda Bairros

 


Na curva 5, conhecida como Curva do Pinheirinho, os carros saem depois de uma forte redução no fim da reta oposta, onde reduzem a velocidade de 210 para 105 km/h em apenas 125 metros e 2,5 segundos na curva 3; após a reaceleração, os carros avançam para chegar a 190 km/h e repetir uma brusca frenagem de quatro segundos, reduzindo a velocidade para 75 km/h em 140 metros, o que gera uma desaceleração de 1,4 G.

As provas deste domingo (1) têm largada a partir das 13h10 e a transmissão, ao vivo, é dos canais Band, SporTV2 e no YouTube oficial da Stock Car, além do Motorsport.TV e AutoVídeos.

 

Foto: Duda Bairros

 


A FRAS-LE e a FREMAX são as fornecedoras oficiais de pastilhas e discos de freio da categoria, respectivamente, e trabalham em conjunto com as todas as equipes do grid para assegurar o melhor desempenho, segurança, eficiência e confiabilidade. A Fremax é a fornecedora dos discos desde 2004 e a Fras-le, desde 2016.

Fala, piloto!
"Pelo menos para os freios, vai ser um fim de semana tranquilo. Embora Curitiba seja uma pista muito exigente com o sistema, especialmente na freada para a primeira curva do traçado e ali nas curvas 3 e 5 no miolo, as temperaturas baixas da previsão climática para o fim de semana vão trazer um refresco para discos e pastilhas".
(Felipe Lapenna, Hot Car New Generation, Chevrolet Cruze #110)

A pista de Curitiba na ótica da FRAS-LE & FREMAX
"Traçado com curvas de alta velocidade, de raios longos e poucas referências visuais, o que exige uma correta dosagem dos freios para manter o carro no trajeto correto. Além disto, Curitiba possui uma das maiores retas dos circuitos brasileiros, com 980 metros, a qual exige uma frenagem muito forte (alta desaceleração, fazendo o freio atingir temperaturas bastante elevadas nestes pontos) no final da reta principal. Soma-se a isso o fato de haver pelo traçado diferentes texturas da superfície (como concreto na reta e diferentes tipos de asfalto no restante) e também algumas ondulações, o torna as frenagem ainda mais desafiadoras".
 (André Brezolin, engenheiro de projeto FRAS-LE & FREMAX)

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO
Sábado, dia 31 de julho
8h20 - Shakedown
10h10 - 1º treino - 1º grupo
10h50 - 1º treino - 2º grupo
13h - 2º treino - 1º grupo
13h40 - 2º treino - 2º grupo
15h30 - Classificação
Domingo, dia 1º de agosto
12h25 - Resultado Fan Push
13h10 - Largada 1ª prova (30 minutos + 1 volta)
13h48 - Largada 2ª prova (30 minutos + 1 volta)


6ª Etapa – Stock Car Pro Series 2021
PINHAIS (PR)
Autódromo Internacional de Curitiba
Extensão: 3.695 metros
Sentido: horário
Curvas: 8 (6 à direita e 2 à esquerda)

Características técnicas (nível 1 a 5 do menor para o maior):
Abrasividade do asfalto: 3
Força lateral: 3
Nível de exigência dos freios: 5
Pneu mais exigido: traseiro esquerdo

Inauguração: 7 de agosto de 1970
Previsão climática: Mínima de 7ºC e máxima de 14ºC, com 40% de probabilidade de chuva no domingo
Pole position em 2020: Thiago Camilo (1min21s219 e 1min21s548)
Vencedores em 2020: Thiago Camilo e Gabriel Casagrande

Pilotos que já venceram em 2021
Goiânia: Daniel Serra e Ricardo Maurício
Interlagos: Gabriel Casagrande e António Félix da Costa
Velocitta: Gabriel Casagrande e Rubens Barrichello
Velocitta: Rubens Barrichello e Ricardo Zonta
Cascavel: Thiago Camilo e Átila Abreu

Classificação do campeonato (Top-10)
1. Daniel Serra, 160 pontos
2. Gabriel Casagrande, 156
3. Cesar Ramos, 143
4. Ricardo Zonta, 141
5. Diego Nunes, 128
6. Átila Abreu, 127
7. Rubens Barrichello, 121
8. Thiago Camilo, 115
9. Bruno Baptista, 111
10. Denis Navarro, 108


Sobre a FRAS-LE:

No mercado há mais de 67 anos e uma das cinco maiores fabricantes mundiais de materiais de fricção, a Fras-le, que faz parte das Empresas Randon, é uma marca reconhecida globalmente. Com mais de 12 mil referências  nas marcas FRAS-LE & Lonaflex, a empresa coloca ao alcance do consumidor uma linha completa de produtos de fricção da mais alta qualidade, desenvolvidos e testados em seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, um dos  mais bem equipados do mundo, que conta com laboratórios químico, físico, piloto e o Centro Tecnológico Randon, um centro de testes por excelência.

 A empresa expandiu seu portfólio com a aquisição, em 2012, da Controil, que fabrica componentes para freios e embreagens e polímeros automotivos. Em 2018, mais 2.500 referências com a marca FREMAX foram incorporadas ao mix de produtos da FRAS-LE, com a aquisição da empresa, que produz discos, tambores de freios e cubos de roda.   

Desde 2016, a Fras-le é a fornecedora oficial das pastilhas de freio dos carros da Stock 
Car, Stock Light e Mercedes-Benz Challenge.  A FREMAX, desde 2004,  também é a fornecedora oficial dos discos de freio da Stock Car,  assim como das categorias Stock Light, Mercedes-Benz Challenge, Porsche GT3 Cup, Sprint Race e Old Stock

Recentemente, a FRAS-LE concluiu a aquisição da Nakata Automotiva que, dentre os principais itens estão amortecedores, terminais e barras de ligação e direção, pivô e bandejas de suspensão, juntas homocinéticas, componentes de eixos cardan e diferencial.

A Fras-le, seja através das suas aquisições ou no desenvolvimento de materiais mais inteligentes (mais leves, eficientes e com materiais primas mais sustentáveis) tem construído uma plataforma cada vez mais diversa, de itens fricção e não fricção, estando atenta aos movimentos e necessidades do mercado global.